Uso de máscaras

A Direção Geral da Saúde diz que “pode ser considerada a utilização de máscaras sociais”, mas, dado o seu reduzido efeito de proteção, proíbe que sejam usadas por doentes e profissionais de saúde.

Máscaras sociais são coberturas de boca-nariz feitas de tecido ou de outros materiais de baixo custo e o seu uso é uma opção voluntária de qualquer cidadão. Contudo a DGS adverte que o uso destas máscaras não deve substituir as regras de distanciamento social, lavagem frequente das mão e etiqueta respiratória.

Tipos de máscaras

RESPIRADORES (FFP2)  são o equipamento mais eficaz e são destinados aos profissionais de saúde que lidam diretamente com pessoas infetadas.

MÁSCARAS CIRÚRGICAS são um dispositivo que previne a transmissão do vírus das pessoas que utilizam a máscara para as restantes.

 

Segundo a  DGS, as máscaras cirúrgicas devem ser usados por:

MÁSCARAS SOCIAIS não são certificadas, podem ser de diferentes materiais (algodão, têxtil ou outros) e podem ser utilizadas pela população em geral. Os profissionais de saúde e pessoas doentes estão proibidos de usar estas máscaras.

Seguindo um estudo recente feito pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças sobre o uso deste tipo de máscaras, a Direção Geral da Saúde concluiu que “de acordo com o princípio básico da precaução em saúde pública e face à ausência de efeitos adversos associados ao uso desta máscara, pode ser considerada a sua utilização por qualquer pessoa em espaços interiores fechados e com um elevado número de pessoas como supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais, transportes públicos, etc.”

Convém salientar que “o uso destas máscaras é uma medida adicional, complementar às medidas de lavagem frequente das mãos, etiqueta respiratória, manutenção da distância social e utilização de barreiras físicas.”, adverte a DGS.

Como usar as máscaras sociais
mascaras cara

 Elas devem encaixar perfeitamente de um lado a outro do rosto, serem presas com laços ou ganchos. Devem incluir várias camadas de tecido e permitir respirar sem restrição.

Podem ser lavadas e secas na máquina de lavar sem danificar ou alterar o formato.
Ao remover a máscara de rosto deve ter cuidado para não tocar nos olhos, nariz e boca e lavar as mãos imediatamente após a remoção.

Como fazer uma máscara social

As máscaras sociais, sem certificação, podem ser de produção caseira ou industrial e facilmente se transformarão num instrumento de comunicação das empresas ou apenas numa forma de afirmação de um certo estilo e identidade pessoal, como qualquer outro acessório de moda. Descubra abaixo como fazer três tipos diferentes de máscaras sociais.

Partilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
ARTIGOS RECENTES

Conferência sobre saúde

A Ur’Gente – Associação de Utentes de Porto de Mós está a promover a mais importante conferência sobre saúde realizada no concelho. Dadas as

Ler Mais »

Parabéns SNS!

Hoje, dia 15 de setembro, assinala-se o nascimento do nosso Sistema Nacional de Saúde (SNS). O plano geral SNS, que muito deve a António Arnaut, foi

Ler Mais »