Plano de vacinação não foi suspenso

Apesar da pandemia que atravessamos, não deixe de vacinar as suas crianças. Em comunicado do passado dia 25 de março, a Diretora Geral de Saúde estabeleceu as prioridades de vacinação que estão em pleno vigor na nossa unidade de saúde.

1. Vacinação recomendada até aos 12 meses de idade, inclusive.

As crianças devem cumprir atempadamente a vacinação recomendada no primeiro ano de vida, que confere proteção precoce contra onze doenças potencialmente graves.
Aos 12 meses, as vacinas contra o meningococo C e contra o sarampo, papeira e rubéola são muito importantes. A situação epidemiológica do sarampo a nível mundial não permite adiar esta vacina.
Às crianças que têm estas vacinas em atraso, recomenda-se a vacinação o mais brevemente possível.
Deve contactar a nossa UCSP.

2. Vacinação BCG das crianças com risco identificado de tuberculose grave, de acordo com
Norma da DGS.
3. Vacinação de doentes crónicos e outros grupos de risco no âmbito do Plano Nacional de Vacinação.
4. Grávidas

Devem procurar ativamente a vacinação contra a tosse convulsa, que tem como objetivo a proteção do bebé nos primeiros meses de vida. A vacinação poderá ser adiada, mas nunca para além das 28 a 32 semanas de gestação. Deve contactar a nossa UCSP.

Fonte: DGS — Comunicado C160_80_v1

Avalie este artigo:
0/5

Partilhe:

ARTIGOS RECENTES

Tributo a Ana Margarida

A apresentação de novos associados no próximo dia 3 de junho durante a homenagem à nossa ex-presidente, é o tributo que pretendemos dar à Ana Margarida

Ler Mais »